O líder de um prolífico grupo de hackers Nintendo Switch chamado Team Xecuter foi processado pela Nintendo, informou a Polygon. Apropriadamente nomeado, Gary Bowser foi preso no ano passado junto com Max Louarn e foi acusado de 11 acusações de fabricação e venda de pirataria e suposta violação de direitos autorais, mas agora a Nintendo está objetivando o pagamento de juros por danos. O processo aberto na sexta-feira pode resultar em Bowser e a empresa em questão pagar uma grande quantia em dinheiro se o processo for bem-sucedido. A equipe Xecuter deve desembolsar US $ 150.000 para cada violação de direitos autorais e US $ 2.500 para cada dispositivo vendido.

A Nintendo apontou que a Team Xecuter tem trabalhado desde pelo menos 2013 com a empresa de hackers com fins lucrativos que vende kits que exploram o hardware 3DS.

Fonte