É raro que eu esteja mais impressionado com os gráficos, mas o trailer recente de The Ascent me pegou quadro a quadro apenas para que eu pudesse ver os detalhes. É um jogo de tiro cooperativo de cima para baixo que se passa em um mundo cyberpunk e bate, borbulha, fumega e brilha de uma forma agradável.

O Ascent tem um mundo cyberpunk aparentemente típico. Um mega corp que é dono de tudo e de todos, o jogo se passa em uma arcologia feita de metal sujo e luzes neon, e a estrutura de classes da sociedade é literalmente representada pelos andares inferior e superior da metrópole. Quando a megacorp misteriosamente pára um dia, o mundo desce ao caos, e eu acho que você está tentando resolver esse problema causando mais.

Estou mais interessado em lançar o jogo como um atirador que pode ser jogado sozinho ou com até três amigos, onde você pode personalizar os personagens com cyberware e atribuir-lhes pontos de habilidade. Todas as imagens acima são cooperativas e, felizmente, o trabalho em equipe não envolve apenas o compartilhamento de escudos.

E eu sou mesmo Depois de interessado na aparência de The Ascent, especialmente seus efeitos visuais. A cintilação azul e cintilante desses campos de força e a maneira como eles brilham quando ficam sem energia, por exemplo. Ou as explosões, que corroem o solo, fazem a tela tremer e deixa um anel de fumaça à deriva. Ou apenas a forma como cada fonte de luz reflete nas superfícies, iluminando corredores com cada explosão de laser.

Tudo isso é divertido de assistir, mas muito disso também ajuda a tornar a ação emocionante. Há um golpe real – especialmente quando acertar um inimigo em um ponto parece causar uma das explosões.

Mal posso esperar para experimentar. O Ascent está programado para lançamento ainda este ano via Steam.